terça-feira, 24 de agosto de 2010




E eu que achei que não ia me apaixonar nunca mais, na verdade eu queria evitar qualquer características desse sentimento, mas você apareceu, e aqui estou eu perdidamente apaixonada por você.

quinta-feira, 19 de agosto de 2010


Talvez o amor cause dores de cabeça , ou talvez ele seja o único remédio para isso. Você, nem eu, nem ninguém nunca vai conseguir explicar o que é o amor, e acredite quando você descobrir o que realmente é, você não vai conseguir contar para ninguém, você pode até tentar, mas só você, só sua alma vai saber o quanto é grande e lindo esse sentimento.

E com o tempo, com a ausência você descobre que você tem um coração maior do que imaginava, você descobre que ele não é mais só um que você iria esquecer depois de algumas semanas, você descobre que ele não faz seu coração bater mais rápido e sim que ele simplesmente deixava seu coração bater como ele queria. Você se descobre, e em meio de tantas descoberta, você descobre a perda, e descobre algo que poderia ter ficado sem descobrir: a dor.

terça-feira, 17 de agosto de 2010


A segurança passa a ser medo, o seu sorriso é trocado por lágrimas, as coisas não acontecem como estavam planejadas, o conto de fadas não existe, alias nunca existiu. Você não se perdoa por ter acreditado naquele sapo infeliz, e se desmancha em lágrimas só de pensar que ele pode estar com outras, com aquelas que ele prometeu nunca olhar, pois só tinha olhos pra você, ele tinha, agora ele tem olhos pra todas. Não se culpe, não chore, não sofra, claro que não vai ser fácil esquecer do que ele te fez, mas acredite você consegue.

sábado, 7 de agosto de 2010


É como se você me puxasse pra perto, e meu coração pedisse calma, um pouco mais de calma. Talvez você não entenda agora, mas eu não estou preparada pra esse sentimento, ainda não. Estou expulsando alguns sentimentos ruins de dentro de mim, eles teimam em ficar, mas irão sair. Assim que eles saírem eu vou te puxar pra perto, e se não nascer nenhum sentimento ruim, você pode ficar.

terça-feira, 3 de agosto de 2010


E não adiantou buscar o amor, ele apareceu, bateu na minha porta logo depois que eu a tinha fechado, e com um sorriso me pediu pra entrar, ele notou pelo meu olhar que eu estava insegura, com medo da proposta. Mas ele segurou minhas mãos, e prometeu ter cuidado, foi impossível recusar o convite, não disse palavra alguma e me abraçou! E já fazem algumas semanas que ele está morando dentro de mim, não sei até quando ele vai ficar por aqui, mas que fique enquanto eu puder cuidar bem dele.

segunda-feira, 2 de agosto de 2010




Ser metade de alguma coisa nunca foi minha preferência, e muito menos ser metade de mim mesma. Então eu peço pra que você me devolva essa metade de mim que está com você. Entenda que eu preciso ficar inteira, preciso que as coisas voltem ao normal dentro de mim.